09 de Agosto de 1994

Em um salão de residência chamado Oficina, por haver sido oficina de artesanato, através de um impressionante experimento místico uma família foi convidada (ou convocada) ao trabalho do Amor e ajuda ao próximo. Com o desenvolvimento do trabalho que sempre se propôs à arte do Amor Universal, habituou-se a chamá-lo Oficina do Amor. Eventualmente passou-se a chamá-lo Oficina do Amor Amigos de Sempre, para homenagear a presença de tantos amigos etéreos persistentemente presentes. O Amor não se tem por decisão racional apenas, mas deve ser construído, manifestado, através de atos sucessivos, constantes, persistentes, fazendo da vida uma oficina; uma oficina de amor compreensão, discernimento e sabedoria, vida e saúde.

Durante vários anos a Oficina reuniu-se diariamente. Muitas mensagens, muitas centenas de mensagens foram passadas pelos Amigos de Sempre, seja por telepatia, incorporação, psicografia … São mensagens consoladoras, textos reveladores, orientações, esclarecimentos, obras de arte para tocar as almas (pintura, literatura, música…). À medida do amadurecimento, da conscientização e aceitação, do domínio da técnica e da força, a ordem dos trabalhos conduzia a família da condição de receptores a doadores: emanação de energia criadora programada para a compreensão da unidade do Ser e expressão do Amor Incondicional; despertamento e esclarecimento de pessoas desencarnadas e adormecidas ou iludidas; trabalho de campo com limpeza energética, esclarecimento de entidades espirituais; retirada e transferência de colônias astrais; uso de esferas de energia para projeção a lugares pré-determinados; irradiação de energia para socorro em determinadas áreas planetárias; …

Os trabalhos evoluem e outros trabalhadores são agregados ao grupo. Ashtar deu alento às pesquisas sobre as Origens; o Dr. Adolph “Fritz”, após vários anos de trabalho na década de 90, volta para a nova equipe, e com sua admirável e conhecida maestria conclui sua participação nos trabalhos de cura; para orientação e esclarecimento apresentaram-se Dr. Samuel de Lucena e Dra. Bárbara. A dinâmica do Trabalho funciona conforme as necessidades e a adequação de recursos, e manifestou-se DJAHNNU, de Methária, com maestria no tratamento pelo uso de emissão fotônica (cristais e luzes); para trabalhos de limpeza energética e desobsessão a Grande Hierarquia nos trouxe MRYAHK, ser do extinto planeta ÁKHRYSYS, cuja história pode ser lida no livro “Origens”, de El-Ati-El, obra editada pela Oficina.

Hoje, dos seres que comungam neste ideal, neste trabalho, os três mais próximos são: Dr. Samuel de Lucena (psicólogo) nos trabalhos de esclarecimento, realizando palestras, terapia em grupo e eventuais atendimentos individuais; MRYAHK orientando os trabalhos de limpeza, desobsessão e vivências junto à natureza; Gedeão nas intervenções de cura, por processo energético direto; Círculo de Cura dos trabalhadores da Oficina. Muitos são os trabalhadores espirituais que participam de todos os trabalhos da Oficina do Amor, em vários lugares do país.

O futuro?

Uma ponta de lança abrindo caminho para o novo mundo. Mais um raio de luz desfazendo o véu da ignorância. Pelo Princípio Holista, a Unidade do Ser, dando a direção e justificativa do Grande Ideal de Paz e evolução pelo Amor. Uma equipe de seres encarnados e desencarnados seguindo os planos para sua realização, os quais denominamos aqui “Ordem dos Trabalhos”. Seguimos todos pois a Ordem dos Trabalhos, que de poucos é bem conhecida, embora bem conhecidos sejam os seus objetivos. Cada coluna de sustentação: Limpeza, Esclarecimento, e Cura, ordenadamente se expandirão e se aperfeiçoarão, conquistando técnicas, experimentando, estabelecendo escola, … Socorrer adultos, orientar adolescentes, educar crianças, construir o futuro que será nosso presente … em novas e novas vidas.